sábado, 27 de agosto de 2011

DICAS PARA EMAGRECER

Vilão de todas as dietas, o impulso de comer pode ser evitado com medidas simples que ajudam no autocontrole, assim a refeição deixa de ser válvula de escape para o stress do dia a dia. O mais importante no processo de emagrecimento é retirar o impulso de comer e doutrinar o cérebro a comer por fome real. "Respeitar o tempo do cérebro na assimilação da mensagem de saciedade é o primeiro passo para identificar e diferenciar a fome do impulso de comer", afirma Sidney Chioro, neurologista que trabalha com pessoas que desejam emagrecer.
Veja algumas dicas elaboradas pelo médico para aqueles que desejam iniciar o processo de emagrecimento a partir da mente:
1) Horário: organize-se para estar com fome na hora das refeições
2) Descanse: ao chegar em casa, não avance na geladeira. Descanse antes de se alimentar
3) Sente-se: não coma antes de se sentar a mesa. Pare, observe e pense no que você irá comer
4) Comece pela salada: inicie o almoço por uma salada. Além de ter sais minerais ajuda o intestino a funcionar melhor
5) Prato bonito: coloque a comida no prato de forma bonita, atraente, que estimule a saborear os ingredientes tornando o momento mais prazeroso
6) Coma devagar: coma devagar, mastigue sem pressa e sinta o sabor real dos alimentos
7) Não guarde para o final: não deixe para o fim o que você mais gosta: esse hábito facilita que se coma em excesso
8) Foco nos objetivos: não fique pensando no que você não gosta no seu corpo. Fixe no que você quer para o seu corpo, seu objetivo
9) Controle a ansiedade: quando você estiver com ansiedade, procure ver o que está lhe causando esta tensão e se proponha a resolver. Não desconte na comida esse nervosismo
10) Beba água: beba entre um e dois litros de água diariamente. Além de melhorar a eliminação e o metabolismo, o hábito torna sua pele mais bonita.
POSTAGEM ORIGINAL
http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/album/1108_reduzir_impulso_album.jhtm?abrefoto=8#fotoNav=1

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Terapia do elogio




Um bom artigo para refletirmos sobre as nossas atitudes. Elas tem sido mais para criticar ou elogiar? Você tem se detido mais nos defeitos do que nas qualidades das pessoas?


Vamos refletir?

“Renomados terapeutas que trabalham com famílias, divulgaram uma pesquisa onde nota-se que os membros das famílias brasileiras estão cada vez mais frios, não existe mais carinho, não valorizam mais as qualidades, só se ouvem críticas.

As pessoas estão cada vez mais intolerantes e se desgastam valorizando os defeitos dos outros. Por isso, os relacionamentos de hoje não duram.

A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias de média e alta renda. Não vemos mais homens elogiando suas mulheres ou vice-versa, não vemos chefes elogiando o trabalho de seus subordinados, não vemos mais pais e filhos se elogiando, amigos, etc.

Só vemos pessoas fúteis valorizando artistas, cantores, pessoas que usam a imagem para ganhar dinheiro e que, por conseqüência são pessoas que tem a obrigação de cuidar do corpo, do rosto.

Essa ausência de elogio tem afetado muito as famílias.

A falta de diálogo em seus lares, o excesso de orgulho impede que as pessoas digam o que sentem e levam essa carência para dentro dos consultórios.

Acabam com seus casamentos, acabam procurando em outras pessoas o que não conseguem dentro de casa. Vamos começar a valorizar nossas famílias, amigos, alunos, subordinados. Vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza de nossos maridos ou nossas mulheres, o comportamento de nossos filhos.

Vamos observar o que as pessoas gostam. O bom profissional gosta de ser reconhecido, o bom filho gosta de ser reconhecido, o bom pai ou a boa mãe gostam de ser reconhecidos, o bom amigo, a boa dona de casa, a mulher que se cuida, o homem que se cuida, enfim vivemos numa sociedade em que um precisa do outro, é impossível um homem viver sozinho, e os elogios são a motivação na vida de qualquer pessoa.

Quantas pessoas você poderá fazer feliz hoje elogiando de alguma forma?


Pense nisso!”

Arthur Nogueira (Psicólogo)
postagem original:http://equilibriummassagens.blogspot.com/2011/07/terapia-do-elogio.html

sábado, 30 de julho de 2011

Minha mais nova Inspiração



Há alguns dias vinha sempre fuçando na internet algo para aumentar o orçamento que como o da maioria dos brasileiros vive no"RED",aconteceu que vi milhôes de produtos pela internet,negócios online e um monte outras coisas,certo dia encontrei uma uma empresa nova de cosméticos maravilhosos e me interessei,entrei em contato e já estou vendendo os produtos da inpiração,é um bom negócio,pelo menos eu gostei!!se vc está assim como eu estva procurando algo e se interessou neste post!visite meu orjut,adicione-me dizendo que foi do blog,que te passo todas as dicas e tiro suas dúvidas,o melhor da nossa vida só depende de nós!!!se tb quiser adquirir,me visite!!www.inspiracao.blogspot.com.br


xerão!!

domingo, 5 de junho de 2011

DICAS PARA O DIA DOS NAMORADOS!!

        Namorar,namorar,esta sim é a melhor fase da relação,mas cuidado pra não colocar a carroça na frente do burro que aí já viu né,vai dar tudo errado!cada coisa a seu tempo,cada coisa em seu lugar e tudo caminhará para um final feliz ou melhor um caminho feliz,lembrando que no caminho existem pontes,pedras,poças,mas também há sombras,flores e cores que quando se está na companhia escolhida ficam mais bonitas.
Certo dia um professor disse uma frase que eu nunca esqueçi,disse que o namoro é um pré-casamento e o ficar é uma pré-prostituição; portanto namore com compromisso não se entregue a qualquer pessoa, não se dê a quem não merece,não se prenda a quem você sabe que não vai te fazer feliz,aproveite este tempo de conhecimento e perceba se esta pessoa está te fazendo ser melhor,se não está então não se acostume passe adiante!Lembre-se que junto com o namorado(a) vai a família inteira!Lembre-se pai,mãe,irmão agente não escolhe mas namorado(a) sim!então escolha bem!
MELHOR DICA PARA O DIA DOS NAMORADOS!!
Não fique pensando no que vai ganhar,pense somente em fazer o outro feliz e não se surpreenda se a maior alegria for a sua!!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Gente chata é um saco!!!



Quando a pessoa é chata não tem internet,twitter,msn,fakes que possa dar jeito.Gente chata é o seguinte vê um cd pra donwload e denuncia, vê um fake no orkut e adiciona só pra bloquear, lê textos enormes procurando um erro na concordância verbal.A estas pessoas sacais eu digo VÃO PLANTAR BATATA!!(na verdade eu queria dizer outra coisa,mas eu seria processada,rsrs!)
Mas as pessoas legais(como eu),que seguem meu blog,e que querem postar as matérias nos seus blogs,fiquem a vontade!!e tb se quiserem que eu poste suas matérias no meu blog é só enviar para o meu e-mail que eu posto com os devidos créditos.um beijão pra quem é legal,e se vc é um prego não sei porque ainda está aí!tchau!

quinta-feira, 10 de março de 2011

CONTRADIÇÕES


“Se o Evangelho que anuncio não gera contradição, é porque não o estou anunciando na totalidade” ( Bento XVI) . Isso me deixou bem questionado, pois em um mundo de conveniências, o "politicamente correto" parece ganhar o ápice do reconhecimento. Mas "peraí", não quero uma vida igual a tudo que se vê! Quero uma vida de valer a pena e não de dar pena! E como disse Abbé Pierre:  "Os santos não estão limitados a um catálogo, e nós, certamente, cruzamos com eles todos os dias". E por estes tempos cruzei meu caminho com uma garota que realmente é uma contradição! Mulher que soube mostrar, em poucos anos de vida, o que é ser uma mulher de verdade! Falo de Chiara Badano, que nasceu em 29 de outubro de 1971, e ao nascer já faz toda diferença na vida de seus pais. Aos nove anos ela participou de um encontro das GEN 3, dos focolares que muda sua vida para sempre. Mas como isso não é um texto biográfico, vou direto ao assunto.

Mas se você acha que para uma garota ser santa tem que ter a coluna encurvada, uma camisa amarelada e cheirando naftalina, fala baixa e cara de dó... Por favor, não leia o resto do post.
Quando pensar em Chiara pense em uma garota que soube curtir a vida. Como toda mulher ela gostava de se cuidar, sair com os amigos e praticar esportes. Linda demais... Uma mulher feminina! E o que tem demais nisso? Tudo e nada! O diferencial estava em???

Encontro com Jesus. ISTO É CONTRADIÇÃO. Quando ela se encontrou com Jesus, o Homem Perfeito, tudo se tornou novo. Na normalidade da vida ela buscava o essencial, no simples de cada gesto se tornava Evangelho vivo. ISSO É CONTRADIÇÃO.

Em um mundo que coloca Deus de lado, Chiara colocou Deus ao seu lado e fez de Jesus seu amor!

Aqui entra a contradição. Uma mulher que buscava como único direito estar com o Todo. Mulher que não se contentava com o “mais ou menos”, e sim, com o eterno! Tanto que quando ficou doente, não se fez de vítima. Uma doença a levou para cama, mas não a impediu de correr ao encontro do Amado. O coração estava conquistado, por isso, não se contentava com qualquer penumbra de amor! Uma mulher só será feliz se primeiro ter sido amada pelo Amor! ISSO É CONTRADIÇÃO.

Chiara é tão contradição que se preparou para morrer. Sim, ela pediu a mãe que a vestisse de noiva no funeral: "Enquanto você estiver me preparando, mamãe, deverá repetir: agora Chiara Luce está vendo Jesus". ISSO É CONTRADIÇÃO! Quem sabe de onde veio não tem medo de voltar. Chiara é esta mulher que mostra em sua vida a contradição do Evangelho. Veio do céu, viveu o céu e voltou para o céu.

Em um mundo que quer tirar a fragilidade bela da mulher, Chiara usa de sua fragilidade para pregar o Evangelho! ISSO É CONTRADIÇÃO!

Viveu aos 18 anos, sim ela não morreu aos 18 anos, mas sim, entrou na nova vida! Uma vida que abraça o que não passa, pois passou os dias aqui desejando o eterno!

Chiara Luce, ISSO É CONTRADIÇÃO! Foto Adriano Gonçalves
adriano@geracaophn.com
Adriano é apresentador do programa Revolução Jesus. Vai ao ar todas as quartas-feiras a partir das 23h e com reprise aos domingos a partir das 17h na TV Canção Nova. Programa jovem que tem como finalidade levar o telespectador a um encontro profundo e determinante com Jesus. 

fonte:cancaonova.com

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Formações

Imagem de Destaque

TPM sim, e daí?

Muita gente acha que isso é manha de mulher
Identificar os sintomas é o primeiro passo para driblar os inconvenientes desse período. Um dia, você está feliz da vida e, de repente, uma besteirinha a leva a um colapso de nervos. Em seguida, uma fúria intensa... que só passa quando alguém conta um caso bobinho, e sem mais nem menos, você se desmancha em lágrimas, dignas do Oscar. O cabelo está terrível, parecendo palha, indomável... a pele, então, fica como de uma adolescente de novo, com várias espinhas, ou dá aquela manchadinha básica, sem contar que a calça que você vestia ontem parece que encolheu e custa para ser abotoada. Essa é a realidade mensal de boa parte das mulheres que sofrem de tensão pré-mestrual, mais conhecida como TPM, que provoca variadas modificações no organismo feminino e pode causar muitos transtornos se não tomarmos os devidos cuidados.
Muita gente acha que isso é manha de mulher, que é fingimento, porém, a literatura científica já comprovou que é fato: antes da menstruação, há alterações físicas, psíquicas e sociais que comprometem os relacionamentos e afetam a produtividade da mulher em sua família, escola e trabalho.
E você pode estar se perguntando o que esse tema está fazendo nesta coluna da Canção Nova. Bem, eu respondo: muitas mulheres se martirizam e se culpam por sentirem os sintomas da TPM e não se permitem ser humanas, ou então, ignoram os sintomas como se eles não existissem – e muitas vezes, não compreendem por que tomaram esta ou aquela decisão com tanta raiva, ou por que gritaram com aquela pessoa, ou ainda, por que estão chorando em pleno horário de trabalho. Admitamos, somos mulheres, temos a nossa biologia, e não adianta fingir que nada está acontecendo. É preciso monitorar o nosso ciclo menstrual para estarmos atentas a esses sintomas e minimizá-los. Afinal, "como é bom, como é agradável para irmãos unidos viverem juntos" (Sal 132, 1). E uma alteração biológica natural não deve ter o poder de desarmonizar a nossa convivência com os outros.
A tensão pré-menstrual aparece uma semana antes da menstruação, mas o ápice dela acontece um ou dois dias antes do primeiro dia do ciclo. Os sintomas nem sempre são os mesmos e a intensidade deles também varia, por isso toda mulher deve conhecer seu ciclo e marcar os prováveis dias de TPM no calendário. Assim, você tenta driblar as situações de estresse nesses dias, bem como se programa para tomar decisões fora desse período. E não é vergonha nenhuma você avisar às pessoas que não está no seu melhor dia. Afinal, ninguém é obrigado a adivinhar que não poderá brincar com você nesse período, porque estará uma pilha de nervos; e no seu trabalho, por exemplo, ficar chorando pelos cantos pode danificar a sua imagem; além do mais, uma decisão impensada pode render muita confusão depois. Lembre: não é possível que o mundo pare até que a sua TPM passe.
E os nossos companheiros na criação de Deus, os homens, precisam ser alertados sobre isso também. A rapaziada precisa ter paciência redobrada com suas esposas, noivas, namoradas, mães, filhas, irmãs e amigas nesse período. Deus nos fez como uma "ajuda adequada" a eles, então será bem bacana se compreenderem que, em alguns momentos, precisam se adequar às nossas limitações para uma boa convivência (cf. Gn 2, 7-18ss).
Ah, e cabe lembrar também que a TPM não é totalmente ruim, pois em algumas mulheres esse período traz novidades bacanas, como ideias mais criativas, melhor desempenho no trabalho, mais sensação de bem-estar. Enfim, independentemente dos sintomas, é importante que você conheça seu corpo para não ficar refém de suas alterações, de forma a viver em sociedade de forma sadia e feliz.
Foto Mariella Silva de Oliveira
mariellajornalista@gmail.com
Mariella é jornalista, professora universitária e consultora no Ministério da Saúde. Atuante na Renovação Carismática Católica há 12 anos, 10 deles no Ministério Universidades Renovadas.
link.cançãonova.com

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

LUTO ETERNO

 FOI O TEMPO QUE DEDICASTE A TUA ROSA,QUE FEZ TUA ROSA TÃO IMPORTANTE...
_ Bom dia – disse a raposa.

_ Bom dia – respondeu o pequeno príncipe, que, olhando a sua volta, nada viu.

_ Eu estou aqui – disse a voz, debaixo da macieira…

_ Quem és tu? – perguntou o principezinho. – Tu és bem bonita…

_ Sou uma raposa – disse a raposa.

_ Vem brincar comigo – propôs ele. – Estou tão triste…

_ Eu não posso brincar contigo – disse a raposa. – Não me cativaram ainda.

_ Ah! Desculpa – disse o principezinho. – Que quer dizer “cativar”?

[...]

_ É algo quase sempre esquecido – disse a raposa. – Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…

_ Começo a compreender – disse o pequeno príncipe. – Existe uma flor… Eu creio que ela me cativou…

[...]

Mas a raposa retornou ao seu raciocínio: _ Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens também. E isso me incomoda um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. Os teus me chamarão para fora da toca, como se fossem música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim não vale nada. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos dourados. Então será maravilhoso quando tiveres me cativado. O trigo, que é dourado, fará com que eu me lembre de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo...
A raposa calou-se e observou por muito tempo o príncipe:
_ Por favor… Cativa-me! – disse ela.

_ Eu até gostaria – disse o principezinho -, mas não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.

_ A gente só conhece bem as coisas que cativou – disse a raposa. – Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!

_ Que é preciso fazer? – perguntou o pequeno príncipe.

_ É preciso ser paciente – respondeu a raposa. – Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal-entendidos. Mas, cada dia, te sentarás um pouco mais perto…
No dia seguinte o príncipe voltou.

_Teria sido melhor se voltasses à mesma hora – disse a raposa. – Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz! Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas seu tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar meu coração…
Assim o pequeno príncipe cativou a raposa. Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:
_Ah! Eu vôo chorar.

_A culpa é tua – disse o principezinho. _Eu não queria te fazer mal; mas tu quiseste que eu te cativasse...

_Quis disse a raposa.

_Mas tu vais chorar! – disse ele.

_Vou – disse a raposa.

_Então, não terás ganho nada!

_Terei sim – disse a raposa – por causa da cor do trigo. Depois ela acrescentou:

_ Vai rever as rosas. Assim, compreenderás que a tua é a única no mundo. Tu voltarás para me dizer adeus, e eu te presentearei com um segredo.

O pequeno príncipe foi rever as rosas:
_ Vós não sois absolutamente iguais a minha rosa, vós não sois nada ainda. Ninguém ainda vos cativou, nem cativastes ninguém. Sois como era minha raposa. Era uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu a tornei minha amiga. Agora ela é única no mundo.
E as rosas ficaram desapontadas.

_Sois belas, mas vazias – continuou ele. – Não se pode morrer por vós. Um passante qualquer sem dúvida pensaria que a minha rosa se parece convosco. Ela sozinha é, porém, mais importante que todas vós, pois foi ela quem eu reguei. Foi ela quem pus sob a redoma. Foi ela quem abriguei com o pára-vento. Foi nela que eu matei as larvas. Foi ela quem eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se algumas vezes. Já que ela é minha rosa.
E voltou, então, à raposa:

_ Adeus… – disse ele.

_ Adeus – disse a raposa. – Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.

_ O essencial é invisível aos olhos – repetiu o principezinho.

_ Foi o tempo que perdeste com tua rosa que a fez tão importante.

_ Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa… – repetiu ele.

_ Os homens esqueceram essa verdade – disse ainda a raposa. – Mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela tua rosa…

_Eu sou responsável pela minha rosa… – repetiu o principe


(minha rosa partiu,mas todos os momentos de alegria estão vivos no coração daqueles que tiveram a sorte de amá-la.)

http://alicedeodato.blogspot.com/

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Download: O Grande Encontro Vol. 1 Baixar:





Hoje trago a todos um cd histórico de mpb, de um grande encontro de 4 dos maiores cantores do país. O cd é composto de Alceu Valença, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Zé ramalho. Aproveite e faça download.


Tamanho: 91.2


Baixar – O Grande Encontro Vol. 1 – Alceu Valença, Elba, Geraldo Azevedo e Zé Ramalho


segunda-feira, 27 de setembro de 2010

SER MÃE


O papel da mãe na criação dos filhos

 


Educar os filhos é a grande missão que Deus confiou aos pais. É por causa da importância dessa tarefa, que nos deu o quarto Mandamento: “honrar pai e mãe”. Sem a educação dos pais os filhos se perdem; é por isso que as nossas cadeias estão cheias de jovens e a droga consome a muitos, além do mundo do crime.
Nada é tão grande neste mundo como construir um ser humano. As máquinas acabarão um dia, mas o nosso filho jamais.
É pela educação que o ser humano conquista e desenvolve as suas faculdades; e Deus quis que isto fosse feito antes de tudo pelos pais, e de modo especial pela mãe. Hoje sobretudo, onde muitas mães são obrigadas a criar sozinhas os seus filhos, porque são “órfãos de pais vivos”, essa missão se torna mais importante e árdua ainda. Neste caso o papel da mãe triplica de importância, porque ela tem que fazer o papel do pai e dela mesma.
Ghandi dizia que “a verdadeira educação consiste em pôr a descoberto o melhor de uma pessoa.” Para isto é preciso a arte de educar, a mais difícil e mais bela de todas.
Certa vez Michelangelo viu um bloco de pedra e disse a seus alunos: “aí dentro há um anjo, vou colocá-lo para fora!” Depois de algum tempo, com o seu gênio de escultor, fez o belo trabalho. Então os alunos lhe perguntaram como tinha conseguido aquela proeza. Ele respondeu: “o anjo já estava aí, apenas tirei os excessos que estavam sobrando”. Educar é isto, é ir com paciência e perícia tirando os maus hábitos e descobrindo as virtudes, até que o “anjo” apareça.
Michel Quoist dizia “que não é para si que os homens educam os seus filhos, mas para os outros e para Deus.”
Educar é colaborar com Deus, e é na educação dos filhos que se revelam as virtudes dos pais.
Educar é promover o crescimento e o amadurecimento da pessoa humana em todas as suas dimensões: material, intelectual, moral e religiosa. Por isso, educação não se recebe só na escola, mas principalmente em casa. Às vezes se ouve dizer: “ele é analfabeto, mas é muito educado”. Não adianta ser doutor e não saber tratar os outros como gente; não saber cumprir com a palavra dada; não se comportar bem; trair a esposa e os filhos; não ser gentil; não ser afável, etc. Sem dúvida, a educação é a melhor herança que os pais devem deixar aos filhos; esta ninguém pode lhes roubar nem destruir.
O livro do Eclesiástico diz aos pais: “Aquele que ama o seu filho, corrige-o com freqüência, para que se alegre com isso mais tarde…” (Eclo 30,1).
A educação visa sobretudo colocar o homem no caminho do bem e da virtude, do qual ele sempre tende a se desviar. É aos pais que cabe sobretudo dar início a esta tarefa na vida dos filhos. A Igreja nos ensina que :
“Pela graça do Sacramento do matrimônio os pais receberam a responsabilidade e o privilégio de evangelizar os seus filhos. Por isso os iniciarão desde a tenra idade nos mistérios da fé, da qual são para os filhos os “primeiros arautos” (LG,11). Associá-los-ão desde a primeira infância à vida da Igreja. (CIC, 2225)
A tarefa de educar, como dizia D. Bosco, “é obra do coração”, é obra do amor, por isso tem muito a ver com a mãe. Sem o carinho e a atenção da mãe a criança certamente crescerá carente de afeto e desorientada para a vida.
O povo diz que atrás de um grande homem, há sempre uma grande mulher, mas é preciso não esquecer que “esta mulher” mais do que a esposa, é a mãe.
É no colo da mãe que a criança precisa aprender o que é a fé, aprender a rezar e a amar a Deus e as pessoas.
É no colo da mãe que o homem de amanhã deve aprender o que é a retidão, o caráter, a honestidade, a bondade, a pureza de coração.
É no colo da mãe que a criança aprende a respeitar as pessoas, a ser gentil com os mais velhos, a ser humilde e simples e não desprezar ninguém.
É no colo da mãe que o filho aprende a caridade, a vida pura da castidade, o domínio de todas as paixões desordenadas e a rejeitar todos os vícios.
É a mãe, com seu jeito doce e suave, que vai retirando da sua plantinha que cresce a erva daninha da preguiça, da desobediência, da mal-criação, dos gestos e palavras inconvenientes. É ela que vai lhe ensinando a perdoar, a superar os momentos de raiva sem revidar, a não ter inveja dos outros que têm mais bens e dinheiro.
É a mãe que nas primeiras tarefas do lar lhe ensina o caminho redentor do trabalho e a responsabilidade.
Até o filho de Deus quis precisar de uma Mãe para cumprir a sua missão de salvar a humanidade; e Ele fez o seu primeiro milagre nas bodas de Caná exatamente porque ela lhe pediu. Por isso, cada mãe é um sinal de Maria, que ensina seu filho a viver de acordo com a vontade de Deus.
Neste mundo, às vezes perverso, que penetra sorrateiro em nossas casas, e insiste numa sistemática pregação de anti-valores por algumas tvs, mais do que nunca é necessário uma mãe atenta para combater tudo aquilo que prejudica a educação dos seus filhos.
Mais do que nunca ela precisa saber conquistar os seus filhos, não por aquilo que lhes dá, mas por aquilo que é para eles: amiga de todas as horas, consoladora. Saiba sempre corrigir o seu filho, mas que nunca seja com grosseria, com gritos ou com humilhações. E jamais na frente dos outros.
Se você conquistar o seu filho a ponto dele ter um sagrado orgulho de te-la como sua mãe, então, você poderá fazer dele o que desejar. 

Postagem original:cançãonova.com

sábado, 25 de setembro de 2010

SAÙDE

Infarto precoce

Estresse e vida competitiva sao os vilões do aumento da incidência de infarto entre jovens.
Nos últimos anos, o índice de infarto do miocárdio em jovens vem aumentando. Mas porque isso está ocorrendo? “Antigamente pessoas acima de 60 anos eram as que mais sofriam do problema. Hoje, homens acima dos 50 anos já apresentam o problema, se não houver histórico familiar agressivo. Já as mulheres ficam mais vulneráveis após a menopausa devido à falta de proteção hormonal”, alerta Dr. Carlos Alberto Pastore, cardiologista. 
Os jovens com histórico na família devem começar a prevenção desde cedo por conta da tendência em desenvolver a doença. Segundo Dr. Pastore, a alta incidência entre os mais jovens é reflexo do uso de drogas ou porque “o filme está passando mais depressa”, isto é, a vida está muito mais competitiva, o estresse é enorme, sedentarismo, fumo, alimentação irregular e, principalmente, a vida emocional. São muitos os fatores que contribuem para desencadear a doença, mas a melhor a saída ainda é a prevenção.
Um dos fatores que deve ser considerado é o estado emocional. “Quando se fala em infarto, a preocupação imediata recai sobre a hipertensão, os níveis elevados de colesterol, os malefícios do fumo. Muitos se esquecem dos efeitos negativos dos fatores emocionais sobre os males do coração”, explica o médico. Esse tema tem sido abordado com destaque entre os profissionais, pois verificou-se que estados depressivos antecediam os infartos, sugerindo que, se a pessoa baixar a guarda, a probabilidade de um problema como este aumenta. Por isso, a depressão passou a ser vista como fator de risco tão importante quanto o colesterol, a pressão alta ou o cigarro.
Hoje, ninguém mais contesta a importância de estar atento ao lado emocional dos pacientes, antes e depois do infarto, porque a depressão custa a desaparecer. Indivíduos que tiveram um infarto ou foram revascularizados necessitam de suporte psicoterápico e familiar, pois costumam evoluir melhor do que aqueles que não recebem cuidados e carinho das pessoas que os cercam.
A prevenção é sempre uma boa saída. Por isso, pratique bons hábitos, procure ter uma dieta adequada, invista em exercícios físicos, abandone o fumo, consuma bebidas alcoólicas com moderação e, principalmente, cuide da vida emocional.
Consultoria:
Dr. Carlos Alberto Pastore, cardiologista do Incor e autor do livro “Dicas de Saúde”.

domingo, 5 de setembro de 2010

apostila eva grátis

Apostila Festão e Laço de EVA (Digital - GRÁTIS)
Passo a passo com 16 fotos e moldes de tamanho real.
Esta apostila é digital e grátis. Clique logo abaixo para pegar a sua.

Apostila Festão e Laço de EVA (Digital - GRÁTIS)
Passo a passo com 16 fotos e moldes de tamanho real.
Esta apostila é digital e grátis. Clique logo abaixo para pegar a sua.


Anexos (1)

  • Apostila_Festao_Laco.pdf - em 03/12/2009 17:01 por Mauro Rebelo (versão 1)
    3237 KB Visualizar Download
  •  
  • postagem original:http://culinariareceitas.blogspot.com/ 

segunda-feira, 5 de julho de 2010

EO BRASIL

Só se for em 2014, e que Mick Jagger não nos ouça,rsrs!

domingo, 20 de junho de 2010

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Sempre em algum lugar

Cheguei às sete, o lugar parecia bom
Sem tempo de te ligar hoje
Repeti até as onze, depois da comida chinesa
De volta ao hotel novamente

Eu ligo pra você, está ocupado
Eu queria te dizer "Venha para mim"
Uma noite sem você parece um sonho perdido
Amor, eu não consigo te dizer como eu me sinto

Sempre em algum lugar
Sinto sua falta onde eu estiver
Eu estarei de volta pra te amar de novo

Outra manhã, outro lugar
O único dia de folga está longe
Mas toda cidade tem me visto no fim
E me leva à você de novo

Sempre em algum lugar
Sinto sua falta onde eu estiver
Eu estarei de volta pra te amar de novo

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Eu



Eu

Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar,
mas também decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger, já dei risada quando não podia, fiz amigos eternos, amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado, fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade, já vivi de amor e fiz juras eternas, "quebrei a cara" muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,

Já liguei só pra escutar uma voz, me apaixonei por um sorriso,

Já pensei que fosse morrer de tanta saudade e tive medo de perder alguém especial
(e acabei perdendo)! Mas vivi! E ainda vivo! Não passo pela vida ...

E você também não deveria passar! Viva!!!

Bom mesmo é ir à luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é MUITO para ser insignificante.

Charlie Chaplin

sábado, 8 de maio de 2010

MULHERES

O cara faz um esforço desgraçado para ficar rico pra quê?
O sujeito quer ficar famoso pra quê?
O indivíduo malha, faz exercícios pra quê?
A verdade é que é a mulher o objetivo do homem.
Tudo que eu quis dizer é que o homem vive em função da mulher.
Vivem e pensam em mulher o dia inteiro, a vida inteira.
Se a mulher não existisse, o mundo não teria ido pra frente.
Homem algum iria fazer alguma coisa na vida para impressionar outro
homem,para conquistar sujeito igual a ele, de bigode e tudo.
Um mundo só de homens seria o grande erro da criação.
Já dizia a velha frase que ‘atrás de todo homem bem-sucedido existe uma
grande mulher’.
O dito está envelhecido. Hoje eu diria que ‘na frente de todo homem
bem-sucedido existe uma grande mulher’.
É você, mulher, quem impulsiona o mundo.
É você quem tem o poder, e não o homem
É você quem decide a compra do apartamento, a cor do carro, o filme a ser
visto, o local das férias.
Bendita a hora em que você saiu da cozinha e, bem-sucedida, ficou na
frente de todos os homens.
E, se você que está lendo isto aqui for um homem, tente imaginar a sua
vida sem nenhuma mulher.
Aí na sua casa, onde você trabalha, na rua. Só homens.
Já pensou?
Um casamento sem noiva?
Um mundo sem sogras?
Enfim, um mundo sem metas.
ALGUNS MOTIVOS PELOS QUAIS OS HOMENS GOSTAM TANTO DE MULHERES:
1- O cheirinho delas é sempre gostoso, mesmo que seja só xampu.
2- O jeitinho que elas têm de sempre encontrar o lugarzinho certo em
nosso ombro, nosso peito.
3- A facilidade com a qual cabem em nossos braços.
4- O jeito que tem de nos beijar e, de repente, fazer o mundo ficar
perfeito.
5- Como são encantadoras quando comem..
6- Elas levam horas para se vestir, mas no final vale a pena.
7- Porque estão sempre quentinhas, mesmo que esteja fazendo trinta graus
abaixo de zero lá fora.
8- Como sempre ficam bonitas, mesmo de jeans com camiseta e
rabo-de-cavalo.
9- Aquele jeitinho sutil de pedir um elogio.
10- O modo que tem de sempre encontrar a nossa mão.
11- O brilho nos olhos quando sorriem.
12- O jeito que tem de dizer ‘Não vamos brigar mais, não..’
13- A ternura com que nos beijam quando lhes fazemos uma delicadeza..
14- O modo de nos beijarem quando dizemos ‘eu te amo’..
15- Pensando bem, só o modo de nos beijarem já basta.
16- O modo que têm de se atirar em nossos braços quando choram.
17- O fato de nos darem um tapa achando que vai doer.
18- O jeitinho de dizerem ‘estou com saudades’.
19- As saudades que sentimos delas.
20- A maneira que suas lágrimas tem de nos fazer querer mudar o mundo
para que mais nada lhes cause dor.
Isso NÃO é uma corrente, apenas mande para todas as mulheres de sua
lista, para elas perceberem o quanto são importantes, e para os homens,
para que eles lembrem o quanto as mulheres são essenciais !!!
(Arnaldo Jabor)

segunda-feira, 29 de março de 2010

Sobre o Celibato

A disciplina da Igreja em não admitir vida matrimonial aos seus Presbíteros, não é assunto evidente. Sua compreensão não é fácil. Jesus, ao aconselhar essa prática, (num contexto de fidelidade conjugal), já advertiu que nem todos compreenderiam: “Nem todos entendem isso, a não ser aqueles a quem é concedido” (Mt 19, 11). E fica estabelecido desde já que católicos, que não manifestam sintonia com essa praxe eclesial, não deixam de ser católicos. Pelo simples fato de o costume ter sido introduzido pela Igreja, e não ser artigo de fé. Mas ser simplesmente contra o celibato, seria falta de delicadeza para com Jesus, que estimulou o não-casamento, por causa do Reino dos céus. Seria querer corrigir o Cristo. Além de estimular o clero a não ser fiel...

É um ensinamento permanente da comunidade eclesial que o celibato é sumamente conveniente ao ministério sagrado. As duas realidades se chamam, uma à outra. Ademais, desde a mais remota antiguidade cristã se fala da fecundidade pastoral de quem entregou toda a sua vida por Cristo (S. Paulo, S.Ambrósio, S.Agostinho, os mestres de espiritualidade, os Concílios, os Papas). Por essa razão já o Sínodo de Elvira (Granada), no começo do século IV, prescreveu a praxe celibatária. Posteriormente, além de inúmeras outras regulamentações, o Concílio de Trento confirmou tal atitude. Portanto, o que muitos reivindicam -a livre escolha entre ser Sacerdote celibatário ou casado – já existiu por vários séculos na Igreja, e os seus próprios membros é que chegaram à conclusão de que o celibato deveria ser exigido e não só proposto. No Vaticano II os Bispos poderiam ter mudado essa disciplina. Mas não. Encorajados pelos Bispos das Igrejas Orientais Católicas, cujo clero não é célibe, mantiveram e estimularam a prática. Nos meus quase 28 anos de Bispo, vi grandes Padres, Sacerdotes fiéis e generosos. E fico triste ao ver o silêncio da opinião pública sobre a maioria desses santos Ministros. Ao contrário, quando algum deles erra, tudo é esquadrinhado com lupa, com holofotes e alto-falantes. Sou a favor do celibato, bem motivado, livremente escolhido e bem formado. Porque, na verdade, a família do Padre é alegre, fecunda, e séria. Satisfaz seu coração. Trata-se da comunidade dos fiéis. Você já rezou pelos Padres?

Dom Aloísio Roque Oppermann scj

Fonte: www.cnbb.org

Não há ninguém mais verdadeiro conosco do que nós mesmos



Não há ninguém mais verdadeiro conosco do que nós mesmos. Em muitos momentos, ao longo do nosso dia, paremos e observemos os sentimentos, as intenções e os pensamentos que permeiam o nosso interior e, ao mesmo tempo, peçamos ao Espírito Santo que purifique o nosso coração de tudo o que não edifica a nós nem aos outros, porque nem sempre a nossa intenção é reta. É uma graça única detectarmos o que em nós precisa ser mudado e termos a coragem de enfrentar a nossa verdade, porque a “Verdade nos liberta” (cf. Jo 8,32).

Graças a Deus, temos o nosso anjo da guarda, que está ao nosso lado todo o tempo e ao nosso inteiro dispor; com muita liberdade peçamos hoje a ele que nos inspire bons e santos propósitos e nos ajude a realizá-los, para vivermos santamente este dia, de acordo com a vontade de Deus.

Jesus, eu confio em Vós!


Fonte: Luziasantiago.com